Livros

Varejo Competitivo Volume 10

Coordenadores:
Prof. Dr. Claudio Felisoni de Angelo,
Prof. Dr. José Augusto Giesbrecht da Silveira

 

Dez anos atrás, lançamos o primeiro livro da série Varejo Competitivo. Desde então, a cada ano, vem sendo publicado um novo volume, até a presente décima edição, referente a 2005. A série, que já abrange cerca de 120 estudos, é simultaneamente um canal de publicação para os melhores trabalhos sobre o varejo brasileiro e uma biblioteca destinada a manter os executivos varejistas a par da melhor produção acadêmica brasileira sobre o setor.

No decênio de vida do projeto, houve muitas mudanças no varejo brasileiro e no varejo mundial. Globalmente, pode-se destacar o crescimento vertiginoso de muitas empresas varejistas. Isso é bem ilustrado pela ascensão de uma firma varejista ao lugar de maior empresa do mundo por vendas. Outra mudança notável, ainda no nível global, é o fato de a maioria das grandes empresas varejistas operarem em vários países, o Brasil entre eles. Aliás, as duas maiores empresas varejistas do mundo por vendas operam no país. Domesticamente, também houve mudanças importantes nos últimos dez anos. Talvez a alteração que tenha trazido mais conseqüências seja a manutenção da inflação em níveis baixos. Não tão baixos quanto prefeririam muitos analistas, mas ainda assim muito mais baixos do que as marcas assustadoras dos anos anteriores à era do Real. Com a inflação baixa, desapareceu a possibilidade de ganhos inflacionários, proporcionados pela aplicação de recursos provenientes da folga entre recebimentos de clientes e pagamentos a fornecedores. Sem os lucros inflacionários, os varejistas brasileiros viram-se obrigados a melhorar a eficiência da intermediação comercial. Paralelamente, a entrada nos mercados varejistas brasileiros de empresas estrangeiras, acostumadas a operar em condições que exigem alta eficiência na intermediação comercial, constituiu-se em um fator a mais a empurrar as empresas brasileiras na direção da melhora na eficiência das transações comerciais e na direção do crescimento. Em suma, um ambiente econômico relativamente estável, aberto ao resto do mundo, e concorrentes aguerridos têm obrigado os varejistas brasileiros ao aprimoramento gerencial, como condição necessária para a sobrevivência e o crescimento das empresas. Pelo lado do leitor administrador de empresas, a série Varejo Competitivo surgiu com o objetivo principal de ajudar estudiosos, executivos e empresas do varejo brasileiro a não serem surpreendidos pelas mudanças que vêm rapidamente alterando o setor. A cada ano os coordenadores da série (os signatários desta Apresentação) comandam um processo de escolha que se inicia com a apreciação de várias dezenas de trabalhos e culmina com a seleção, para publicação, de uma dúzia de artigos sobre o varejo de bens e serviços, escritos por especialistas brasileiros ou que tenham vínculos fortes com o país. São artigos que representam o que há de mais moderno na teoria e na prática da gestão varejista, considerada de forma ampla. Ou seja, gestão de varejo que inclua varejistas propriamente ditos, tanto de bens como de serviços, fornecedores de mercadorias e fornecedores de serviços específicos para as empresas comerciais (financeiros, por exemplo). Em conjunto, os volumes da série constituem o que há de mais avançado e abrangente em matéria de literatura genuinamente nacional sobre gestão varejista.

Pretendemos continuar com esse esforço para a ampliação da disponibilidade de literatura genuinamente brasileira sobre administração de varejo nos anos vindouros e, eventualmente, ampliá-lo. Mas é importante que se diga que nada teríamos conseguido sem o suporte das empresas que têm patrocinado e apoiado a série Varejo Competitivo. O apoio do PROVAR-Programa de Administração de Varejo, da qual a série é um dos braços, também sido fundamental. Muito importante ainda tem sido o respaldo da FIA-Fundação Instituto de Administração, da qual o PROVAR é um dos programas, e o apoio da empresa de consultoria Canal Varejo. Agradecemos sinceramente a todos que nos têm possibilitado editar os volumes da série.

Temas Abordados

  • Motivações para compra de livros;
  • Marketing em pequenas empresas varejistas;
  • Comportamento de consumo no mercado 24h;
  • Trabalho e estresse;
  • Lealdade: panificadoras e supermercados;
  • Estilos de negociação na relação comprador-vendedor;
  • Orientação para o cliente e desempenho no varejo;
  • O consumidor de alimentos e os formatos de lojas;
  • Freqüência em Shopping centers;
  • Ações promocionais e a relação entre produtos;
  • Avaliação dos sistemas de entrega de serviços.

Editora: Saint Paul
Páginas: 320
Edição: 2005

 

Varejo Competitivo

Varejo Competitivo Vol. 20
Edição: 2016

Varejo Competitivo Vol. 19
Edição: 2014

Varejo Competitivo Vol. 18
Edição: 2013

Varejo Competitivo Vol. 17
Edição: 2012

Varejo Competitivo Vol. 16
Edição: 2011

Varejo Competitivo Vol. 15
Edição: 2010

Varejo Competitivo Vol. 14
Edição: 2009

Varejo Competitivo Vol. 13
Edição: 2008

Varejo Competitivo Vol. 12
Edição: 2007

Varejo Competitivo Vol. 11
Edição: 2006

Varejo Competitivo Vol. 10
Edição: 2005

Varejo Competitivo Vol. 9
Edição: 2004

Varejo Competitivo Vol. 8
Edição: 2003

Varejo Competitivo Vol. 7
Edição: 2002

Varejo Competitivo Vol. 6
Edição: 2001

Varejo Competitivo Vol. 5
Edição: 2000

Varejo Competitivo Vol. 4
Edição: 1999

Varejo Competitivo Vol. 3
Edição: 1998

Varejo Competitivo Vol. 2
Edição: 1997

Varejo Competitivo Vol. 1
Edição: 1996

Cases de Varejo

Cases de Varejo
Edição: 2010

Manual do Varejo

Manual do Varejo
Edição: 2010

Contato

Tire suas dúvidas sobre nossos produtos e serviços. Será um prazer lhe atender.

Av. Paulista, 302 - 4° andar - Bela Vista - São Paulo - SP

55 11 3894-5022

contato@ibevar.org.br